Os gêneros “desgenerizados”. Discursos na pesquisa sobre espanhol no Brasil

Adrián Pablo Fanjul

Resumo


Em um corpus de comunicações apresentadas em congressos de mediano porte realizados no Brasil e referidos à língua espanhola, selecionamos aquelas que abordam problemáticas de gêneros denominados como “discursivos” e/ou “textuais”, e verificamos que a grande maioria delas trata também de assuntos de ensino. Para fins analíticos, observamos quatro questões nessas comunicações: que articulação teórica embasa o trabalho, se ele considera ou não a especificidade de uma língua estrangeira, se inclui algum gênero em especial como objeto da discussão e, nos casos que o incluem, como esse gênero ou os enunciados que o representam são relacionados com outros enunciados ou com diferentes instâncias do discurso. A análise apontou desconsideração de propriedades que, nos referenciais teóricos aludidos, aparecem como centrais na problemática de gêneros, juntamente com um abandono da materialidade linguístico-discursiva como lugar de indagação.

Palavras-chave


Gêneros discursivos; Língua espanhola no Brasil; Gênero e diversidade linguística

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.