Biografia como gênero na história das ciências – O caso do físico David Bohm (1917-1992)

Olival Freire Junior

Abstract


Neste artigo, analisamos os desafios historiográficos relacionados à produção de biografias no âmbito da História da Ciência. Em especial, discutimos as ideias apresentadas pelo historiador francês Jacques Le Goff (1924-2014) em seu livro São Luís, publicado em 1996. Essa análise, de natureza teórica e metodológica, é cotejada com o esboço panorâmico da biografia do físico norte-americano David Bohm (1917- 1992), recentemente publicada sob o título David Bohm – A Life Dedicated to Understanding the Quantum World. O tema tem relevância também para a história da ciência no Brasil, uma vez que nosso personagem lecionou na Universidade de São Paulo (USP) entre fins de 1951 e início de 1955.


Keywords


David Bohm; history of quantum mechanics; history of physics in Brazil; scientific biographies



DOI: https://doi.org/10.23925/1980-7651.2020v25;p40-56