Um estudo sobre o Physica, de Hildegarda de Bingen: as virtudes curativas de algumas plantas

Maria Terezinha Estevam

Abstract


A Abadessa da ordem beneditina Hildegarda de Bingen, em meados do século XII, compôs a obra Physica, um livro de remédios simples no qual discorre sobre receitas curativas utilizando as coisas naturais. No livro primeiro do Physica, o De Plantis, Hildegarda descreveu como tratar os mais diferentes problemas de enfermidades por meio das virtudes curativas das plantas. O Physica é o resultado do estudo e da prática de cura da Abadessa. Conforme sugerem pesquisas em História da Ciência, ela faz uma espécie de fusão entre três diferentes tradições, encontradas no território germânico medieval, sendo elas: a tradição cristã latina, a tradição popular germânica e o conhecimento médico greco-romano. Outro aspecto que consideramos ter influenciado no saber de cura da Abadessa foi sua forma complexa e própria de ver o mundo que a rodeava, típica do pensamento místico medieval. Este trabalho mostra evidências desses aspectos de influências no saber médico de Hildegarda, a partir da análise e descrição de algumas plantas encontradas no primeiro capítulo do Physica. Com isso, esperamos contribuir para os estudos sobre Hildegarda de Bingen no campo da História da Ciência.

Keywords


História da Ciência; Hildegarda de Bingen; Herbários medievais; Mística medieval



DOI: https://doi.org/10.23925/1980-7651.2020v25;p62-62