A verdade como limite ideal

Caetano Ernesto Plastino

Resumo


Peirce toma como verdadeiras as conclusões estáveis obtidas, a longo prazo, pela aplicação sistemática do método de pesquisa científica. Como notou Hacking, o realismo interno (pragmático) de Putnam duplica o processo de levar ao limite, pois acrescenta que também as normas ou padrões de racionalidade são produtos históricos que podem evoluir com o tempo e postula, no limite da investigação, uma situação epistemicamente ideal. Nossa intenção é examinar criticamente a proposta de Putnam de caracterizar a verdade como uma idealização da aceitabilidade racional.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.