Desafios da teologia pública para a reflexão teológica na América Latina

Carlos Caldas

Resumo


A assim chamada “teologia pública”, uma das mais recentes novas maneiras de fazer teologia hoje, por ser uma teologia em construção, no caminho, está à procura de referenciais teóricos. O presente artigo apresenta duas compreensões de teologia pública: uma, a do teólogo estadunidense David Tracy, outra, a de Rudolf von Sinner, teólogo suíço-germânico radicado no Brasil. Tracy apresenta os públicos da teologia (igreja, academia e sociedade), e Von Sinner, a noção de cidadania como um eixo para a teologia pública no Brasil. Na sequência, são apresentadas três possibilidades de referencial teórico para uma teologia pública no contexto da América Latina: o pensamento da alteridade, de Emmanuel Levinas, o pensamento complexo, de Edgar Morin, e o pensamento fraco, de Gianni Vattimo.

Palavras-chave


Teologia pública; Públicos da teologia; Cidadania; Alteridade; Complexidade; Pensamento fraco

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.i88.30936

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de Cultura Teológica. ISSN (impresso) 0104-0529 (eletrônico) 2317-4307

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: