Igreja em Diálogo – Perspectivas do Diálogo ecumênico com o Judaísmo após 50 anos da “Unitatis redintegratio” e “Nostra Aetat”

Kurt Koch

Resumo


Este artigo entende que a orientação fundamental teológico-pastoral do Concílio Vaticano II teve como intenção reforçar a fé cristã num mundo, no qual ela parecia perder, cada vez mais, seu dinamismo criativo. A intenção foi a de conferir uma nova força à fé cristã, tornando-a compreensível na atualidade, a partir da convicção de que o cristianismo somente podia recuperar sua força marcante caso se inserisse determinadamente no ‘hoje’ e com a disposição de dialogar com os diversos setores da sociedade, diálogo com as religiões, com as igrejas cristãs e com o judaísmo.

Palavras-chave


Igreja; ecumenismo; diálogo inter-religioso; cristianismo; judaísmo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i86.26037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: