Achados audiológicos em pacientes com fissuras palatinas

Silvia Helena Alvarez Piazentin, Orozimbo Alves Costa Filho

Resumo


O presente estudo teve por objetivo verificar a ocorrência de perda auditiva em pacientes portadores de fisssura palatina, previamente à correção cirúrgica. Foram estudados 27 sujeitos, de ambos os sexos, na faixa etária de 3 anos e 6 meses a 10 anos e 6 meses, portadores de fissura transforame incisivo (uni e bilateral) e pós-forame incisivo. Os procedimentos realizados foram anamnese, otoscopia, audiometria tonal, logoaudiometria e impedanciometria. Os resultados mostraram alteração de audiometria tonal em 78% dos casos, podendo ser uni e bilateral (22% normais bilateralmente). Quanto à impedanciometria, as curvas timpanométricas estavam alteradas em 81% dos pacientes uni e bilateralmente (19% normais bilateralmente). O reflexo acústico não foi obtido bilateralmente em 89% dos sujeitos (11% dos casos em reflexo presente bilateralmente).

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.