A consciência, esta replicante

Roxane Helena Rodrigues Rojo

Resumo


Este artigo resulta de uma comunicação apresentada na mesa-redonda sobre linguagem, consciência e pensamento, na PUCSP, em 1989. nele, defendo uma posição segundo a qual as características mais específicas da humanidade (a consciência, o pensamento e capacidade de constituir conhecimento, a subjetividade e o  inconsciente) são determinadas, em última instância, pela emergência e internalização dos signos e da linguagem, que se constitui nas relações sociais da espécie humana. A partir de uma posição como esta, as relações entre a(s) psicologias(s), a psicanálise e as ciências e práticas da linguagem se apresentariam como uma trama inextricável, cujas relações teriam de ser consideradas de parte a parte.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.