Sistema de amplificação com transmissão por F.M. na deficiência auditiva: influência do ruído ambiental

Beatriz C. A . C. Novaes, Clay Rienzo Balieiro, Altair C. Pupo (Lila), Luisa B. Ficker, Angela M. A. Sprenger

Resumo


A percepção da fala por crianças deficiente auditivas que utilizam aparelho de amplificação sonora individual, é sabidamente comprometida em ambientes ruidosos.
Os equipamentos de F.M. ainda pouco difundidos em nosso meio, foram projetados para minimizar os efeitos mascarantes do ruído sobre o sinal de fala, eliminando o fator distancia entre o falante a criança deficiente auditiva. O presente trabalho investigou os benefícios de sua utilização por crianças deficientes auditivas em diferentes situações.
Analisamos a performance auditiva de nove crianças com perdas auditivas severa e profunda, em situações de silêncio e ruído, usando somente o aparelho de amplificação sonora e com equipamento de F.M. Todas as crianças avaliadas apresentaram pior desempenho na identificação de palavras na presença do ruído, conforme era esperado. Em todos os casos o acoplamento do F.M. ao aparelho de amplificação sonora individual, possibilitou uma melhora no desempenho, aproximando-o dos níveis obtidos no silêncio. As implicações destes resultados são discutidas e mais pesquisas devem ser realizadas visando esclarecer critérios de indicação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.