Características audiológicas na síndrome da rubéola congênita: um estudo de 39 casos

Alfredo Tabith Jr.

Resumo


O autor estudos as características audiológicas de 39 sujeitos com deficiência auditiva decorrente de infecção por rubéola no período gestacional. Os resultados revelam uma variabilidade nos padrões de défice auditivo nos seguintes aspectos: grau de comprometimento, freqüências em que foram obtidas respostas e simetria das curvas de respostas.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.