A ética na formação: visão dos discentes dos cursos de graduação em fonoaudiologia da cidade de Curitiba

Ana Paula Berberian, Claudia Miguel Ferigotti, Maria Regina Franke Serrato

Resumo


Este estudo teve por objetivo analisar como a Ética vem sendo introduzida na formação do fonoaudiólogo, enfocando os cursos de graduação em Fonoaudiologia da cidade de Curitiba, ou seja, da Universidade Tuiuti, do Paraná, e da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Partimos do pressuposto de que a qualificação técnica e teórica, por si só, é insuficiente se não for fundamentada em conceitos éticos. Para realização da pesquisa, foram entrevistados 58 discentes do 4o ano dos cursos acima referidos. A partir das respostas fornecidas foi possível perceber que a disciplina Ética tem priorizado parâmetros de condutas profissionais enfocando o seu caráter deontológico. Dessa forma, evidenciamos a necessidade da área repensar, a partir de uma conduta crítico-reflexiva, as temáticas e abordagens veiculadas acerca da ética na formação do fonoaudiólogo.

Palavras-chave


ética; fonoaudiologia; formação do fonoaudiólogo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.