Achados audiológicos em crianças com hiperbilirrubinemia neonatal: um enfoque na neuropatia auditiva/dessincronia auditiva

Ana Claudia Martinho, Doris Ruthy Lewis

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo realizar o estudo de caso de três crianças que apresentaram história de hiperbilirrubinemia neonatal com realização de exsangüineotransfusão e resultados na avaliação audiológica sugestivos de neuropatia auditiva/dessincronia auditiva (NA/DA). Os resultados demonstraram ausência de respostas durante o registro do PEATE e da pesquisa do reflexo acústico, ao mesmo tempo em que o microfonismo coclear (MC) se fazia presente em todas as crianças estudadas. A pesquisa do MC caracterizou-se como um instrumento de grande fidedignidade para a realização do diagnóstico diferencial da NA/DA. Foi possível concluir que níveis elevados de hiperbilirrubinemia ao nascimento parecem constituir um importante indicador de risco para a ocorrência da NA/DA, uma vez que o sistema auditivo mostrou-se susceptível aos efeitos neurotóxicos dessa substância.

Palavras-chave


neuropatia auditiva; sincronia neural; hiperbilirrubinemia neonatal

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.