Vivência de voz com crianças: análise do processo educativo em saúde vocal

Regina Zanella Penteado, Amanda Molina Dias de Camargo, Caroline Feleto Rodrigues, Cristiane Rodrigues da Silva, Daniele Rossi, Juliana Terra Costa e Silva, Patricia Gonzales, Samanta Luisa de Souza Godoy Silva

Resumo


Nas escolas, os grupos, as oficinas e as vivências de voz vêm sendo apontados como espaços sociais interessantes para a promoção da saúde vocal; entretanto, são escassos os relatos de experiências com crianças. O objetivo deste artigo é realizar a análise retrospectiva do processo educativo de uma Vivência de Voz com crianças em uma escola de educação infantil. São sujeitos deste estudo 36 crianças e quatro estagiárias de Fonoaudiologia. A análise retrospectiva do processo educativo baseia-se nos dados obtidos com base na análise documental dos relatórios da disciplina de estágio em Fonoaudiologia Comunitária, contexto no qual o grupo se insere. São descritas as atividades desenvolvidas em cada encontro, focalizando os temas abordados, o tipo de ação educativa e seus materiais ou recursos estratégicos. A análise, orientada pelos pressupostos teórico-conceituais da promoção da saúde, demonstrou que as temáticas foram pautadas por uma visão ampla e afirmativa de saúde e contemplaram aspectos de prevenção e promoção da saúde. Os recursos foram adequados ao perfil infantil e às ações, sendo que estas foram condizentes com uma concepção de sujeito ativo e agente multiplicador, na perspectiva da promoção da saúde na comunidade escolar. Grupos de Vivência de Voz podem e devem ser melhor explorados junto à população infantil e podem se configurar como um espaço social importante, para a Fonoaudiologia, na construção de projetos de escolas saudáveis ou de promoção da saúde na escola.

Palavras-chave


voz; promoção da saúde; saúde escolar; educação em saúde

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.