Aspectos orgânicos, psíquicos e nutricionais em pacientes bariátricos

Ana Célia Ayres Dellosso, Mabile Francine F. Silva, Maria Claudia Cunha

Resumo


Objetivo: Investigar as possíveis complicações no processo de alimentação dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica com a técnica de RYGBP, numa abordagem biopsíquica. Método: estudo retrospectivo de natureza clínico quantitativa, realizado no Ambulatório de Cirurgia Bariátrica de um hospital público do interior de São Paulo. Casuística: 47 pacientes que apresentaram complicações no processo de alimentação pós cirurgia bariátrica, com sintomas orgânicos, psíquicos ou ambos, na faixa etária de 27 a 63 anos, 05 do sexo masculino e 42 do sexo feminino. Procedimento: Levantamento e categorização dos sintomas orgânicos e psíquicos, a partir da análise de prontuários no período de fevereiro de 2004 à dezembro de 2010, seguido de análise estatística descritiva do material coletado. Resultados: 31 pacientes (65,95%) apresentaram sintomas psíquicos: dependência afetiva, ansiedade e angústia, imagem corporal distorcida, transtornos compulsivos obsessivos e depressão, segundo avaliação psicológica e psiquiátrica; 12 pacientes (25,53%) apresentaram sintomas orgânicos: deslocamento e retirada de anel de contenção, hérnia hiatal, refluxo gastro esofágico, colecistite e fistulas gástricas segundo avaliação médica; e 04 pacientes (8,51%) apresentaram sintomas de ambas as naturezas. Conclusão: Os resultados sugerem a pertinência de abordagens biopsíquicas a estes pacientes, o que implica em ajustes nas anamneses nutricionais tradicionais (diários e recordatórios) de maneira a abranger investigações psíquicas relacionadas aos desequilíbrios nutricionais pós-cirúrgicos.


Palavras-chave


Cirurgia Bariátrica, Serviço Hospitalar de Nutrição, Alimentação, Fenômenos Fisiológicos da Nutrição, Psicofisiologia.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.