Fonoaudiologia e formação profissional em rádio e televisão: uma relação produtiva

Gabriela Carolina Oliveira, Soraya M. Farghali, Marta A. Andrada e Silva

Resumo


O objetivo dessa comunicação foi apresentar de forma reflexiva a experiência da atuação fonoaudiológica junto a formação profissional em rádio e televisão[1]. A partir da experiência ocorrida na disciplina de Fonoplastia de um Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual evidenciamos a real contribuição da Fonoaudiologia no trabalho com a comunicação, não-verbal e verbal, assim como todos os aspectos relacionados a expressividade do discurso dos alunos. O progresso foi evidente e sentido de forma ampla em outras disciplinas como, por exemplo, Locução de Rádio e Apresentação para Televisão. Dessa forma, temos clareza do papel fundamental que as disciplinas relacionadas à Fonoaudiologia exercem para esse tipo de formação. Mesmo assim, sabe-se que nos cursos profissionalizantes e acadêmicos essa inserção do fonoaudiólogo não é consensual. Por essa razão, apontamos de forma descritiva, nessa comunicação, a sua importância e necessidade.


[1] Curso superior de tecnologia em produção audiovisual.


Palavras-chave


Fonoaudiologia, leitura, compreensão, voz, rádio, televisão

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.