A pessoa com disfonia: análise comparativa pré e pós terapia vocal

Iára Bittante de Oliveira

Resumo


O objetivo principal de um fonoaudiólogo, ao avaliar um distúrbio de voz é identificar a natureza deste, definir metas e técnicas que podem ser usadas para facilitar a solução do problema. Objetivo: avaliar de forma multidimensional a efetividade de um programa de terapia vocal com base cognitivo comportamental, para adultos com disfonia comportamental, estabelecendo-se comparações por meio de diferentes instrumentos de avaliação os momentos pré e pós – terapia vocal. Métodos: Fizeram parte deste estudo, 10 pessoas com indicação médica para terapia vocal, sorteadas de uma fila de espera de 50 pessoas, idades entre 26 e 74 anos, média 46,6 anos. Elas foram divididas em dois grupos equitativos e submetidas a oito sessões de terapia vocal. O grupo A foi submetido a um programa de terapia com base cognitiva e o grupo B (controle) recebeu terapia vocal tradicional. Para comparação dos efeitos da terapia foi utilizado, ao início e final, um conjunto de medidas que avaliou prevalência de sintomas vocais e sensações laringofaríngeas, análise perceptivo-auditiva e acústica, avaliação otorrinolaringológica, Questionário de Mensuração de Qualidade de Vida em Voz- QVV e Análise do Perfil de Participação e Atividades Vocais - PPAV. Resultados: ambos os grupos apresentaram índices de melhora nos aspectos avaliados ao se comparar momentos pré e pós-terapia. Não foram evidenciadas diferenças significantes entre os grupos, em relação aos resultados de prevalência de sintomas, medidas de qualidade de vida em voz, avaliação otorrinolaringológica e grau geral de alteração vocal. A análise acústica revelou melhores resultados nas espectrografias, em favor do grupo que recebeu terapia com base cognitiva. Conclusões: a terapia fonoaudiológica mostrou-se efetiva para ambos os grupos indiferentemente quanto ao programa. A terapia com base cognitiva parece ter ajudado os sujeitos a melhorarem os harmônicos da voz quanto à presença e regularidade.


Palavras-chave


voz, saúde vocal, distúrbios da voz, terapia vocal.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.