A percepção materna do sintoma de linguagem em três casos de risco ao desenvolvimento e a busca por intervenção precoce

Luciéle Dias Oliveira, Ana Paula Ramos de Souza

Resumo


Objetivo: Analisar a percepção materna do sintoma de linguagem em três casos de risco ao desenvolvimento e sua relação com a busca por intervenção precoce. Método: Três sujeitos foram acompanhados em pesquisa longitudinal a partir da aplicação do protocolo Índices de Risco ao Desenvolvimento (IRDIs), do primeiro até os dezoito meses. Após o término da pesquisa do IRDIs, os três bebês foram avaliados novamente, um bebê aos 21 meses, e os outros dois aos 24 meses. Essa reavaliação constituiu-se de entrevista que buscou dados gerais da saúde dos sujeitos, com foco principal em questões de comunicação e linguagem. Buscou-se captar a observação de cada mãe acerca da presença ou não de distúrbio de linguagem em seu filho. Trabalhou-se com a análise da produção do sentido, a partir do diálogo estabelecido entre a pesquisadora e as mães. Resultados e Discussão: O acompanhamento longitudinal das mães e de seus filhos facilitou a sensibilização das mães em relação à escuta do sofrimento dos filhos e facilitou também o estabelecimento da demanda terapêutica em intervenção precoce em um dos casos e a abordagem terapêutica fonoaudiológica nos outros dois casos. Conclusão: A demanda por intervenção precoce ou por terapia fonoaudiológica ocorreu de modo singular em cada caso. A pesquisa sugere a necessidade de um acompanhamento longitudinal da constituição psíquica e do desenvolvimento da linguagem, para além de marcos motores e nutricionais, foco mais tradicional na política da saúde da criança.

 


Palavras-chave


Linguagem; Desenvolvimento Infantil; Risco; Saúde da Criança.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.