Eficácia de palavras favorecedoras com a fricativa /ʒ/ na terapia fonológica

Joviane Bagolin Bonini, Ana Paula Coitino Bertagnolli, Giséli Pereira Freitas, Ana Paula Blanco-Dutra, Márcia Keske-Soares

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar a eficácia da terapia com palavras-alvo favorecedoras com a fricativa /ʒ/ e a evolução terapêutica, bem como as possíveis generalizações estruturais obtidas após o tratamento. Para a pesquisa selecionaram-se quatro sujeitos com desvio fonológico, sem outras alterações que interferissem na fala, que foram submetidos à terapia fonológica pelo Modelo Terapêutico ABAB-Retirada e Provas Múltiplas. Destes sujeitos, dois foram tratados com palavras-alvo menos favorecedoras e outros dois com palavras favorecedoras previamente estabelecidas. Foram realizadas avaliações periódicas com os sujeitos, para verificar a evolução terapêutica e a eficácia das palavras selecionadas. Através destas avaliações verificou-se a relação entre as palavras-alvo favorecedoras e a evolução dos sujeitos no decorrer da terapia fonológica, assim como a eficácia desta. Os sujeitos estimulados com palavras-alvo pouco favorecedoras apresentaram uma evolução mais lenta que os sujeitos tratados com palavras-alvo favorecedoras. Esta pesquisa mostrou-se efetiva uma vez que se confirmou o valor de favorecimento das palavras-alvo na evolução do sistema fonológico da criança, sendo que estas palavras beneficiaram a evolução terapêutica, otimizando a tratamento.


Palavras-chave


fala; distúrbios da fala; fonética; fonoterapia.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.