Voz de professoras do ensino fundamental com queixas vocais de diferentes redes de ensino

Fernanda dos Santos Pascotini, Vanessa Veis Ribeiro, Carla Aparecida Cielo

Resumo


RESUMO

Objetivo: analisar a voz de professoras do ensino fundamental com queixas vocais de acordo com a rede de ensino. Material e Método: estudo de corte transversal, observacional, analítico, de caráter quantitativo, do qual participaram 74 docentes do sexo feminino, idades entre 20 e 62 anos com média de 38,5 anos. A coleta de dados foi composta pelo preenchimento de questionário, avaliação vocal perceptivoauditiva, análise vocal acústica de fonte glótica e espectrográfica. Realizou-se análise estatística por meio do teste paramétrico ANOVA, adotando-se nível de significância de 5%. Resultados: houve diferença significante a favor da rede municipal quanto ao grau de rugosidade e ao grau geral de alteração vocal na avaliação perceptivoauditiva e quanto ao escurecimento do traçado das altas frequências e de todo o espectrograma vocal, presença do ruído entre os harmônicos e definição de harmônicos na avaliação acústica espectrográfica; não houve significância nos resultados da avaliação acústica de fonte glótica. Conclusões: o grupo de professoras do ensino fundamental municipal apresentou pior qualidade vocal evidenciada pelo elevado grau geral de alteração da voz e da rouquidão, ainda que dentro dos padrões de normalidade, e pela maior presença de ruído entre os harmônicos; e prováveis compensações vocais hiperfuncionais evidenciadas pelo maior escurecimento do traçado espectrográfico. As docentes municipais também mostraram maior definição de harmônicos em relação às outras redes de ensino, mas com média baixa, sugerindo inadequação vocal.

 


Palavras-chave


Docentes; Qualidade da Voz; Saúde do Trabalhador; Voz

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.