Estudo da avaliação audiológica e triagem da função cognitiva em idosos institucionalizados com suspeita de perda auditiva

Ângela Leusin Mattiazzi, Eliara Pinto Vieira Biaggio, Amanda Dal Piva Gresele, Maristela Julio Costa

Resumo


Objetivo: Estudar um grupo de idosos institucionalizados com suspeita de perda auditiva, com relação aogênero, idade e escolaridade e relacionar os resultados audiológicos referentes à triagem audiométrica e aoteste das emissões otoacústicas transientes com seus níveis de autopercepção da restrição de participaçãoe desempenho, através do Mini-Exame do Estado Mental. Método: Trata-se de um relato de casode dez idosos que passaram por avaliação médica, triagem auditiva, emissões otoacústicas, aplicação doquestionário Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version e triagem cognitiva (MiniExamedo Estado Mental). Resultados: Nove sujeitos apresentaram perda auditiva com base na triagem auditiva e oito apresentaram emissões otoacústicas ausentes. Seis sujeitos apresentaram algum grau derestrição de participação por meio do Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Versione sete não atingiram o ponto de corte da triagem cognitiva. Conclusão: Observou-se que a maioriados sujeitos com suspeita de perda auditiva eram mulheres, com idade avançada, baixa escolaridade,ausência de emissões otoacústicas transientes e perda auditiva de grau leve e moderado. Não houvetotal compatibilidade entre o Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version e o grau daperda dos idosos. Observou-se ainda que quanto maior o grau de perda auditiva dos sujeitos avaliados,maior o déficit cognitivo.

 


Palavras-chave


Perda Auditiva; Idoso; Instituição de Longa Permanência para Idosos; Cognição; Percepção Auditiva.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.