A relação entre a apneia e hipopneia obstrutiva do sono, respiração oral e obesidade com enfoque no tratamento fonoaudiológico: um estudo bibliográfico.

Marcia Manuella Menezes Silva, Thaíza Estrela Tavares, Vivianne de Sá Ribeiro Pinto

Resumo


Introdução: a Fonoaudiologia, através da especialidade em motricidade orofacial, vem crescendo e conquistando novos campos de atuação.Destaca-se aí o tratamento dos distúrbios respiratórios, entre eles, a Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono (SAHOS) e Respiração Oral, devido à presença de alterações nas estruturas e funções estomatognáticas, sendo a Obesidade um dos principais fatores predisponentes para a SAHOS. Objetivo: investigar a Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono e sua relação com a Respiração Oral e Obesidade, com enfoque no tratamento fonoaudiológico. Metodologia: trata-se de uma revisão de literatura, realizada a partir de buscas de artigos científicos encontrados no banco de dados da SCIELLO e LILLACS e livros de bibliotecas tradicionais publicados desde 2005. Discussão: de acordo com os dados encontrados, há evidências de que a SAHOS está fortemente relacionada à respiração oral e à obesidade devido a fatores anatômicos e funcionais. Dos trabalhos analisados, foram encontrados três estudos de casos e, apesar do número reduzido, todos apontam para a eficácia do tratamento fonoaudiológico em pacientes com SAHOS. Conclusão: estudos referentes à atuação fonoaudiológicamostraram a eficácia do processo terapêutico em pacientes com SAHOS, uma vez que proporcionou a diminuição dos eventos respiratórios de apneia e hipopneia, o que diminuiu a gravidade da SAHOS e melhorou a qualidade de vida. Portanto, faz-se necessário a realização de mais estudos nessa área abrindo uma nova vertente para a atuação fonoaudiológica.

 

 

 


Palavras-chave


Apneia do sono tipo obstrutiva; Fonoaudiologia; Obesidade; Respiração Bucal.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.