A interconsulta como dispositivo interdisciplinar em um grupo de intervenção precoce

Francine Manara Bortagarai, Dani Laura Peruzzolo, Tatiane Medianeira Baccin Ambrós, Ana Paula Ramos de Souza

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar o uso do dispositivo de interconsulta como estratégia interdisciplinar em um grupo de profissionais que atuam em um programa de intervenção precoce. A coleta dos dados foi realizada por meio de entrevista gravada, com um roteiro semiestruturado de questões respondidas pelos integrantes do grupo: fonoaudiólogas, fisioterapeuta, psicóloga e terapeuta ocupacional. A análise dos dados ocorreu por meio de análise de conteúdo e categorização por similaridade. Os resultados indicam que a interconsulta beneficiou a ampliação de conhecimentos profissionais,foi oportunidade para maior amparo e menor solidão para pensar nos casos, para melhor resolução das demandas e mais recursos para ajudar a família a ampliar seu olhar sobre o filho e não somente para uma parte dele. Conclui-se, portanto que a interconsulta apresenta-se como uma estratégia facilitadora para os profissionais de equipes interdisciplinares na área da saúde.

 

 

 

 


Palavras-chave


consultores; estimulação precoce; comunicação interdisciplinar

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.