Atendimento multiprofissional da paralisia facial periférica: estudo de caso clínico

Mabile Francine F. Silva, Aline Ferreira de Brito, Mariana Fernandes Campos, Maria Claudia Cunha

Resumo


Tema: Relato dos efeitos de uma intervenção multiprofissional na recuperação funcional de paciente com paralisia facial periférica. Procedimentos: Estudo do caso clínico de sujeito do sexo masculino, 45 anos, acometido por paralisia facial periférica na hemiface esquerda, grau IV na escala de HouseBrackman, caracterizada por paralisia moderada. Foi realizado tratamento com fisioterapeuta, fonoaudióloga, e médico acupunturista, que visou recuperação dos aspectos funcionais da musculatura facial, além do acolhimento das demandas psicossociais.Resultados: Após 05 semanas, uma reavaliação foi realizada e evidenciou melhora da simetria facial, tanto no repouso quanto em movimentos mímicos e expressivos.O grau IV inicial, após o tratamento passou para o grau II da escala House-Brackmann, que corresponde a paresia leve da face. Conclusão: Os resultados do estudo evidenciaramque o plano clínico multiprofissional envolvendo, fisioterapeuta, fonoaudióloga e médico acupunturista demonstrou-se efetivo, a medida que englobou as demandas trazidas pelo paciente, tanto no aspecto funcional quanto psicossocial.

 

 


Palavras-chave


Paralisia Facial; Paralisia de Bell; Equipe de Assistência ao Paciente; Impacto Psicossocial; Estudos de Casos.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.