Análise vocal na infância: uma revisão integrativa

Lorena de Almeida Ramos, Bárbara Oliveira Souza, Ana Cristina Côrtes Gama

Resumo


Objetivo: realizar uma revisão integrativa de literatura sobre as características de vozes normais e disfônicas e a prevalência de lesões nas pregas vocais em crianças. Métodos: trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Foi realizado o levantamento dos artigos científicos por meio das bases de dados Medline, LILACS, IBECS, PubMed e ISI Web of Science. Na busca dos artigos foram utilizados os descritores “Distúrbios da Voz", “Disfonia”, “Rouquidão”, "Qualidade da Voz", "Acústica da Fala", “Voz”, “Fonação”, "Pregas Vocais", “Pediatria”, “Criança”, "Pré-Escolar". Para a análise dos dados, as informações coletadas foram organizadas de maneira concisa em um banco de dados, realizado de forma descritiva, considerando as informações referentes à amostra, objetivos, metodologia e resultados principais, e organizadas por similaridade de conteúdo. Resultados: foram identificados 770 artigos, dos quais 36 estavam diretamente relacionados ao objetivo da revisão e foram analisados. Conclusões: a qualidade vocal das crianças sem alterações vocais é caracterizada por valores de frequência fundamental que decrescem com o aumento da idade e com diferenças em relação ao sexo. O tempo máximo de fonação aumenta com a idade. Em crianças disfônicas a qualidade vocal é soprosa e rugosa, com um grau de alteração de leve a moderado; as medidas acústicas da voz, os valores de tempo máximo de fonação estão alterados; a frequência fundamental é grave. A lesão de prega vocal mais prevalente até seis anos de idade é o cisto, e após esta idade é o nódulo vocal.


Palavras-chave


Distúrbios da Voz; Disfonia; Qualidade da Voz; Voz; Criança

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2017v29i1p20-32

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.