Articulação comunitária e promoção da saúde - perspectivas para a atuação fonoaudiológica

Solange Biegelmeyer, Millena Citon Lucchesi, Bárbara Niegia Garcia de Goulart, Brasilia Maria Chiari

Resumo


OBJETIVOS: apresentar um relato de experiência de atuação comunitária para promoção da saúde desenvolvida em uma comunidade circunscrita. MÉTODO: o estudo foi realizado em uma comunidade inserida na região metropolitana de Porto Alegre (RS) entre março e julho de 2005. Foi aplicado um questionário à população referida através de visitas domiciliares. Após concluir a aplicação dos questionários iniciamos a realização das oficinas com o objetivo de orientar a comunidade em relação à atuação fonoaudiológica e à prevenção de distúrbios da comunicação humana. RESULTADOS: dos 108 domicílios, 52 foram visitados. No local, 42,3% de moradores apresentam alguma doença crônica e 30,8% fazem uso de medicamento sistêmico. Destes, 75,7% adquirem os medicamentos comprando-os e 24,3% recebem por meio do município ou estado. Dos moradores, 80,8% apresentam água encanada, 69,2% possuem banheiro dentro de casa e, em média, residem 4 sujeitos em cada domicílio (dp=2). Em média, cada domicílio possui 1,33 crianças. Dentre os entrevistados, 40,4% referem algum tipo de alteração fonoaudiológica. CONCLUSÃO: constatamos que as condições sócio-econômicas desta comunidade estão acima da média nacional. Além disso, a maioria dos moradores não utiliza o poder público para receber a atenção integral à saúde e as questões básicas de saneamento já são disponíveis para a maioria da população.

Palavras-chave


promoção da saúde, educação em saúde, participação comunitária, organização comunitária.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.