A relação entre as emoções e os processos cognitivos na aprendizagem à luz do pensamento complexo

Maristela Rivera Tavares

Resumo


Com base em um paradigma tradicional, escola e comunidade ainda vivem algumas dicotomias, como conhecimento/afeto e razão/emoção, (MORAES; NAVAS, 2010). Segundo os autores, o processo de aprendizagem ainda desvaloriza as emoções, os sentimentos, a criatividade e as habilidades. O resultado desse processo é um todo fragmentado, um aprendiz desintegrado, sem consciência de suas emoções. De acordo com Moraes (2004b), na tentativa de superar essa fragmentação, o pensamento complexo propõe que o aprendiz seja entendido de forma integral e complexa. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é apresentar a relação entre emoções e processos cognitivos segundo o pensamento complexo (MORIN, 1995).


Palavras-chave


emoções; complexidade; aprendizagem; cognição.

Texto completo:

PDF


Indexicadores

Apoio

A Revista The Especialist e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Lincença Creative Commons: Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)