O Uso de Atividades Cinestésicas em Aula de Leitura

Cláudia Estima Sardo, Juliana Escher

Resumo


Este estudo analisa as reações de um grupo de alunos de língua inglesa quanto ao uso de atividades cinestésicas em aulas de leitura, baseado na expectativa de que aulas de leitura envolvendo atividades mais dinâmicas serão mais motivantes para os alunos. Para atingir tal objetivo, este estudo estará embasado nas questões de motivação discutidas por Gardner & Lambert (1972) e Lightbown & Spada (2000) e também no desenvolvimento de inteligências múltiplas apresentadas por Gardner (1993). Os resultados indicam que o grupo pesquisado reagiu positivamente às atividades propostas.

Palavras-chave


leitura; motivação; inteligências múltiplas; inglês

Texto completo:

PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexicadores

Apoio

A Revista The Especialist e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Lincença Creative Commons: Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)