Animação de poemas musicados com a utilização da ferramenta MUAN (Manipulador Universal de Animações)

João Carlos Biella, Sandra Helena Borges

Resumo


A escola da modernidade tem como função capacitar práticas de compreensão e produção de textos compostos de muitas linguagens (ou modos, ou semioses), visto que é por meio destes que os alunos se informam e se comunicam nos seus afazeres cotidianos. Dessa maneira, o cumprimento dessa função está ligado à introdução nessa instituição de novos e outros gêneros de discurso presentes nas vidas desses sujeitos, bem como de outras e novas mídias e tecnologias de circulação social. Porém, tão importante quanto à disponibilidade destes objetos culturais é a utilização de propostas didáticas que condizem com esse novo paradigma de educação. Nosso objetivo com esse artigo é relatar uma dessas propostas realizada com poemas de José Paulo Paes (2005) musicados pelo músico e compositor Paulo Bi (2005), que foi pensada para alunos de um 3º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública municipal de Uberlândia-MG.

Palavras-chave


Animações; Poemas; Música; Bruincar de Ler; Subjetividade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em: