Comte e Peirce, sobre a classificação das ciências: o status da matemática

Maria de Lourdes Bacha

Resumo


Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar a contribuição e influência de Comte (1748-1857), sobre a classificação das ciências desenvolvida pelo lógico e filósofo norte americano Charles Sanders Peirce (1839-1914). Peirce reconheceu em várias passagens seu débito com Comte, enfatizando as divisões tricotonômicas, das quais suas próprias categorias emergiram, de acordo com o fundamento que governava essas divisões. As ciências para Comte se desenvolvem logicamente e historicamente do abstrato para o concreto. A classificação das ciências de Peirce, desenvolvida segundo o princípio comteano traz as ciências em uma hierarquia, na qual as mais altas fornecem os fundamentos para as demais e, nesta hierarquia, a matemática está no topo, que ao contrário de Comte não é uma ciência positiva. A classificação peirceana não é um sistema fixo e rígido porque está sempre em evolução, também não é um esquema linear, mas escadas relacionadas numa forma tridimensional, exibindo as relações de dependência entre as ciências. Estes pontos constituem o cerne do desenvolvimento desta apresentação, de maneira a fornecer subsídios aos professores de ciências e matemática, ajudando-os a refletir sobre a matemática por meio da história.

Palavras-chave: Comte; Peirce; classificação das ciências; matemática.

Abstract

This work aims to analyze the contribution and influence of Comte (1748-1857) on the classification of sciences developed by the American logician and philosopher Charles Sanders Peirce (1839-1914). Peirce recognized in several passages his debt to Comte, emphasizing the Comtean triad divisions, from which his own categories emerged, according to the principle that governed these divisions, that is, the sciences developed logically and historically from the abstract to the concrete. Peirce’s classification of the sciences was built according to Comte’s hierarchy, i.e. the higher science provides the foundations for the lower. In this hierarchy, mathematics is on the top. The Peircean classification is not a fixed and rigid system because it is always evolving, so that its structure can be compared to a three-dimensional shape stair, showing the dependence relationship between the sciences. The present article aims also to help the science and mathematics teachers to reflect on the role of mathematics through its history.

Keywords: Comte; Peirce; classification of the sciences; mathematics

Texto completo:

PDF