Alguns aspectos da formação de Maria Gaetana Agnesi no ambiente intelectual milanês do Setecentos: Escolhas e controvérsias

Roseli Alves de Moura

Resumo


Resumo

Neste trabalho, apresentaremos sumamente alguns aspectos da vida e legado de Maria Gaetana Agnesi, sobretudo em relação à sua juventude e inspirações que precederam ao surgimento de sua única obra matemática Instituzioni Analitiche ad uso dela giuveniu italiana, de 1748. Nos dias de hoje, Agnesi é relativamente conhecida, tendo seu nome principalmente associado à curva denominada Curva de Agnesi ou Curva da Bruxa, que consta em um dos tópicos de Instituzioni Analitiche, e pelo fato dela, ainda jovem, abandonar os estudos matemáticos para dedicar o restante de sua vida ao assistencialismo.  Contudo, para vislumbrarmos não somente as possíveis razões que levaram Agnesi a escrever sua obra e ter abandonado seus estudos, devemos situá-la no cenário intelectual milanês, tendo como pano de fundo alguns aspectos do “Catolicismo Iluminado”, movimento responsável pela disseminação da filosofia natural na Itália setecentista. O surgimento de sua obra matemática dá indícios de que houve razões políticas, religiosas e culturais para sua produção, e as escolhas de Agnesi se mostram estreitamente relacionadas com esse movimento de reforma religiosa que se instaurava na Itália no período. Consideramos que a busca pela compreensão do lugar ocupado por Agnesi, especialmente em relação a sua obra Instituzione Analitiche, conduz à constatação de que seu trabalho se insere como parte do processo de produção e circulação dos saberes constituídos em meados do setecentos principalmente, e da divulgação da Análise e do Cálculo, particularmente com relação à “matemática pura” e às “matemáticas mistas” na Itália, no século XVIII. Contudo, neste artigo, nosso propósito é apresentar Agnesi, o entorno de sua formação e alguns episódios referentes a divulgação de seu trabalho matemático.

Palavras-chave: Catolicismo Iluminado; Maria Gaetana Agnesi; Mulheres na Ciência.

Abstract

In this work, we will present a few aspects of the life and legacy of Maria Gaetana Agnesi, especially in relation to her youth and inspirations that preceded the appearance of her only mathematical work Instituzioni Analitiche ad uso dela giuveniu italiana, from 1748. Nowadays, Agnesi is relatively well-known, with her name mainly associated with the curve called the Agnesi Curve or Witch's Curve, which appears in one of the topics of Instituzioni Analitiche, and because sheis abandoning mathematical studies still young, to devote the rest of her life to assistance. However, in order to glimpse not only the possible reasons that led Agnesi to write his work and to abandon his studies, we must situate her in the Milan intellectual scene, having as background some aspects of "Illuminated Catholicism", movement responsible for the dissemination of philosophy natural at eighteenth-century, in Italy. The appearance of his mathematical work gives indications that there were political, religious, and cultural reasons for his production, and Agnesi's choices are closely related to this movement of religious reform that was established in Italy in the period. We consider that the understanding of the place occupied by Agnesi, especially in relation to his work Instituzione Analitiche, leads to the realization that his work forms part of the process of production and circulation of the knowledges constituted in the mid-seventies mainly, and the dissemination of Analysis and of Calculus, particularly in relation to "pure mathematics" and "mixed mathematics" at eighteenth-century, in Italy. However, in this article, our purpose is to present Agnesi, the surroundings of his formation and some episodes referring to the dissemination of his mathematical work.

Keywords: Illuminated Catholicism; Maria Gaetana Agnesi; Women in Science.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2178-2911.2018v18i1p60-75

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM