Correlação entre a BM&FBovespa e a Taxa de Câmbio

Jane Maria Oliveira, Marcos Paulo Souza

Resumo


Este artigo estuda o nexo causal da variação entre a BM&FBovespa e a Taxa de Câmbio, o coeficiente de correlação rô de Spearman foi usado para testar a correlação entre os índices durante o período de 1995 até julho de 2017, analisa também, determinantes relevantes como a influência do saldo da balança comercial na taxa de câmbio. A análise dos resultados nos permitem inferir que a BM&FBovespa e a Taxa de Câmbio apresentam correlação negativa, o que provoca variação simultânea entre os índices.

Texto completo:

PDF

Referências


ADVFN IBOV. Índice Bovespa. Disponível em: https://br.advfn.com/indice/ibovespa. Acesso em: 07 de abril de 2018.

ALMEIDA, C.; BACHA, C. Evolução da política cambial e da taxa de câmbio no Brasil, São Paulo, 1961-71. Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política. ISSN 1806-9029, v. 10, n. 2 (16), 1999.

BCB - BANCO CENTRAL DO BRASIL. Taxa de Câmbio. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/htms/infecon/Seriehist.asp. Acesso em 07 de abril de 2018.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Cotações e Boletins. Disponível em: http://www4.bcb.gov.br/pec/taxas/port/ptaxnpesq.asp?id=txcotacao. Acesso em 16/04/2018.

BCB - Banco Central do Brasil. Notas Explicativas ao Balanço de Pagamentos. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/ftp/infecon/NotasExplBPM5.pdf. Acesso em 20 de junho de 2018.

BM&FBOVESPA - A B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/institucional/imprensa/ultimos-releases/ibovespa- 6.htm. Acesso em: 07 de abril de 2018.

BRUM, A. L.; ZILIO, M. Aspectos da evolução do Câmbio No Brasil, Erechim: Perspectiva, 1990-2011.

CLETO, C. I; DEZORDI, Lucas. Políticas econômicas, Curitiba: Coleção gestão empresarial, caderno, v. 2, 2002.

CVM – COMISSÃO DE VALORES IMOBILIÁRIOS. O Papel da CVM. Disponível em:

https://investidor.cvm.gov.br/menu/primeiros_passos/papel_CVM.html. Acesso em: 16 de abril de 2018.

FACHADA, P. Inflation Targeting in Brazil: Reviewing Two Years of Monetary Policy 1999/00. Central Bank of Brazil, Working Paper Series, n°25. Agosto de 2001.

GONTIJO, C. Moeda, juros e nível de preços: uma abordagem clássica, Rio de Janeiro: Revista Brasileira de Economia, p. 2-97, 1997.

GRÔPPO, G. D. S. Relação dinâmica entre Ibovespa e variáveis de política monetária, São Paulo: Revista de Administração de Empresas, v. 46, n. SPE, p. 72-85, 2006.

LEITE, A. R.; COSTA, R.R; MONTE, P. A. Análise da Causalidade Entre o Ibovespa e a Taxa de Câmbio em um Contexto de Crise, São Paulo: Pensamento & Realidade. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração-FEA. ISSN 2237-4418, v. 27, n. 4, 2012.

LOPES, N. G. M. A promoção comercial brasileira de 1995 a 2010, Brasília: Centro Universitário de Brasília UniCEUB, 2011.

LOPES, W. F. Ibovespa rompe 80 mil pontos pela 1ª vez na história: Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), São Paulo: Entrevista concedida a Veja, 2018.

MACHADO, Daniel J. Introdução à pesquisa científica – Como ler, escrever e apresentar artigos científicos, São Paulo, MBA em Finanças e Controladoria, 2017.

MONTEIRO, B. R. L. G, et. al. Um estudo econométrico sobre as variáveis macroeconômicas e sua relação com o Ibovespa no período julho de 1996 até dezembro de 2013, Minas Gerais: XIII SEGet Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2013.

MORTATTI, C. M; MIRANDA, S. H. G.; BACCHI, M. R. P. Determinantes do comércio Brasil-China de commodities e produtos industriais: uma aplicação VECM, São Paulo: Revista Economia Aplicada, v. 15, n. 2, p. 311-335, 2011.

NAKABASHI, L.; CRUZ, M. J. V.; SCATOLIN, F. D. Efeitos do câmbio e juros sobre as exportações da indústria brasileira, Rio de Janeiro. Revista de Economia Contemporânea, v. 12, n. 3, p. 433-461, 2008.

PASTORE, A. C.; PINOTTI, M. C. Globalização, fluxos de capitais e regimes cambiais: reflexões sobre o Brasil, São Paulo. Estudos Econômicos, v. 30, n. 1, p. 5-26, 2016.

PONTES, A. C. F. Ensino da correlação de postos no ensino médio, Acre: Anais do 19º Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 2010.

SALOMÃO, M. As âncoras nominais e o combate à inflação, Curitiba: Revista FAE, v. 6, n. 1, 2017.

SEABRA, F. O modelo de bandas cambiais e a variabilidade da taxa de câmbio, São Paulo. Estudos Econômicos, v. 28, n. 2, p. 199-224, 2016.

SILVA, M. L. F. Plano Real e âncora cambial, São Paulo. Revista de economia política, v. 22, n. 3, p. 3-24, 2002.

SMITH, A. A riqueza das nações: uma investigação sobre sua natureza e suas causas, São Paulo. Abril Cultural, 1983.

SPE, Secretaria de Política Econômica – Ministério da Fazenda, Balanço de Pagamentos. Disponível em: http://www.spe.fazenda.gov.br/ conjuntura-economica/setor- externo/arquivos/ie-2016-06-24-balanco-de-pagamentos.pdf. Acesso em: 07 de abril de 2018.

SPEARMAN C. The proof and measurement of association between two things, American: Journal of Psychology 1904;15:72–101. Reprinted, Int J Epidemiol, 2010, vol. 39.

STANDARD AND POOR’S S&P GLOBAL RATINGS. Classificação de Riscos. Disponível em: https://www.standardandpoors.com/en_US/web/guest/ratings/entity/-/org- details/sectorCode/SOV/entityId/109902. Acesso em: 16 de abril de 2018.

VASCONCELLOS, M. A. S.; GARCIA, M. E. Fundamentos de Economia, São Paulo: Saraiva, 2004.

VICECONTI, P. E. V.; NEVES, S. Introdução à Economia, São Paulo. 12.ed. Saraiva, 2013.




DOI: https://doi.org/10.23925/cafi.v1i2.38215

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Revista CAFI apoia a Declaração de São Francisco sobre Avaliação de Pesquisa (DORA)

 Cirad assina a Declaração de São Francisco sobre a avaliação da pesquisa (DORA). Logo da iniciativa DORA



Indexadores

Conforme Qualis único de  2017-2018 (divulgado em 2019)


 

 

 

logo

 

Diretórios 

 

 

 

 

Creative Commons

 

A Revista Cafi adota a licença do CC-BY Creative Commons Attribution 4.0

 


ISSN 2595-1750