Retratos do cinema japonês

Autores

  • Donald Richie Universidade Temple

Resumo

Donald Richie é o maior estudioso vivo do cinema e da cultura japoneses. Nascido em Ohio, nos Estados Unidos, em 1924, adotou o Japão como pátria desde que lá desembarcou, em 1974, como datilógrafo das forças de ocupação. Já escreveu cerca de 50 livros sobre sua pátria adotiva, sobretudo sobre seu cinema, vários deles tornados célebres, como as obras sobre os cieneastas Ozu e Kurosawa (esta última, já editada no Brasil pela Brasiliense). Os textos reproduzidos aqui fazem parte do livro Anônimos e notáveis - retratos japoneses (Public People, Private People - Portraits of some Japanese), a ser editado em breve no Brasil pela Escrituras. O livro se compõe de perfis de japoneses com os quais Richie conviveu de perto, vários deles, celebridades, como os escritores Yasunari Kawabata e Yukio Mishima, ou mesmo a imperatriz japonesa Michiko, de quem o autor recebeu uma homenagem pelo conjunto de sua obra. Mas não só: as pessoas comuns como a criança encontada na praia, o vizinho velho e doente, o gângster, a gueixa recebem de Richie a mesma atenção amorosa, não raro crítica e sempre cheia de admirável humor. Os retratos selecionados aqui referem-se a personagens de cinema e compõem três pares: o perfil do diretor Yasujiro Ozu se complementa com o de sua atriz predileta, Setsuko Hara; a assanina Sada Abe, imortalizada no filme de Oshima O império dos sentidos, se espelha em Eiko Matsuda, a atriz que a encarnou na película; e Akira Kurosawa se apresenta acompanhando de Toshiro Mifune, ator sem o qual seu cinema seria difícil de imaginar.

Downloads

Publicado

2019-02-01

Edição

Seção

Análise