Há lugar para a espiritualidade na filosofia clínica?

Monica Aiub

Resumo


A filosofia clínica, surgida na última década do século XX, utiliza a metodologia filosófica para auxiliar as pessoas a lidar com as dificuldades da vida cotidiana. A partir de dados sobre o surgimento e sobre o funcionamento da filosofia clínica, este artigo apresentará alguns de seus diferenciais com relação a outras formas de auxílio buscadas diante de tais dificuldades. Além disso, observará o lugar e o tratamento da espiritualidade no instrumental da filosofia clínica.

Palavras-chave


Filosofia Clínica; Espiritualidade; Epistemologia; Crença; Singularidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i74.15347

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: