Na parábola do Bom Samaritano: a ética comunitária

Ramiro Délio Borges de Meneses

Resumo


O comunitarismo é uma filosofia política em que a ética médica, que se fundamentaria num comunitarismo moderado, aceita o pluralismo de concepções da vida boa e alguns direitos individuais. Procuramos destacar o sentido do comunitarismo liberal na parábola do Bom Samaritano. A experiência esplancnofânica determina no Samaritano um sentimento de bem comum.

Palavras-chave


Bom Samaritano; comunitarismo liberal; bem comum; ética médica; experiência esplancnofânica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i68.15448

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: