A crise trinitária durante o século XII

Gilvan Leite de Araújo

Resumo


O artigo procura evidenciar a crise trinitária do século XII que estabelece entre as teorias trinitárias de Pedro Lombardo e a crítica de Joaquim di Fiori. O debate se desenvolve até o IV Concílio de Latrão em 1215, através do qual é confirmada a teoria de Pedro Lombardo, enquanto Joaquim de Fiori é acusado de quaternidade.

Palavras-chave


Trindade; Período; Escolástica

Texto completo:

PDF

Referências


CIOLA, N. Teologia trinitária. Bologna: EDB, 1996.

SALVATI, G. Io Uno e Trin. Roma: Città Nuova, 1997.

RUSCONI, R. Gioacchino da Fiore tra Bernardo di Clairvaux e Innocenzo III. Roma: Viella, 2001.




DOI: https://doi.org/10.19176/rct.v0i81.15577

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



ISSN Online 2317-4307 | Impresso (descontinuada) 0104-0529

A Revista de Cultura Teológica e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/culturateo. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/culturateo.


A Revista de Cultura Teológica está:

Associada a:

Indexada em:

  Google Acadêmico

Presença em Bibliotecas: