Voz e psiquismo: diálogos entre fonoaudiologia e psicanálise

Marilza Gulfier Pinheiro, Maria Claudia Cunha

Resumo


Este trabalho discute as relações entre voz e psiquismo no campo fonoaudiológico, especificamente quanto aos sintomas vocais. Observa-se que o discurso dos profissionais da área não nega essas relações, mas a produção científica e a abordagem clínica dicotomizam as dimensões psíquica e orgânica dos sintomas vocais. Tal abordagem conduz a intervenções fonoaudiológicas restritas ao sintoma corporal observável, em termos audíveis e visíveis. A partir disso, discutimos através de pesquisa bibliográfica a imprecisão terminológica, reveladora de inconsistência conceitual, utilizada na literatura fonoaudiológica dos distúrbios vocais. E apontamos, em contrapartida, para uma abordagem referenciada pela teoria psicanalítica, que possa tornar a intervenção fonoaudiológica nos sintomas vocais um processo que assuma seu caráter efetivamente terapêutico.

Palavras-chave


fonoaudiologia; transtornos da voz; psicanálise

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.