Associação entre desenvolvimento de linguagem e ambiente escolar em crianças da educação infantil

Julie Mary Mourão Alves, Amanda de Jesus Alvarenga Carvalho, Stella Carolina Gonçalves Pereira, Andrezza Gonzalez Escarce, Lúcia Maria Horta Figueiredo Goulart, Stela Maris Aguiar Lemos

Resumo


Objetivo: Investigar a associação entre o desenvolvimento de linguagem, a qualidade do ambiente escolar, escolaridade parental, sexo e idade de crianças na faixa etária de quatro a seis anos, matriculadas em Unidades Municipais de Educação Infantil de Belo Horizonte. Métodos: Trata-se de estudo observacional analítico transversal com amostra probabilística. Estudou-se 169 crianças de quatro a seis anos, matriculadas em cinco Unidades Municipais de Educação Infantil. Os instrumentos utilizados foram: questionário estruturado, protocolo de Avaliação do Desenvolvimento da Linguagem e Early Childhood Environment Rating Scale-Revised. Realizou-se análise descritiva dos dados e associação entre as variáveis de exposição e os eventos. Foram consideradas associações estatisticamente significativas aquelas que apresentaram valor p≤0,05%. Resultados: 47,9% e 52,1% das crianças pertenciam ao sexo masculino e feminino, respectivamente, com predomínio da faixa etária de cinco anos (62,7%). 22,5% das crianças apresentaram algum distúrbio no desenvolvimento da linguagem. Predominaram responsáveis com ensino médio completo e superior incompleto (42,6%). A pontuação da média global da ECERS-R indicou qualidade de nível entre mínimo e bom; a maior média quanto à qualidade do ambiente escolar refere-se à sub escala Interação, que corresponde ao nível entre bom e excelente. Houve associação com significância estatística somente entre o desenvolvimento da linguagem e a sub escala interação e idade. Conclusão: O desenvolvimento da linguagem apresentou associação com significância estatística com a idade e o domínio interação da escala ECERS-R. Não houve associação com significância estatística entre o resultado da linguagem e as variáveis: ambiente escolar, domínio linguagem e raciocínio da escala ECERS-R, sexo e escolaridade parental.


Palavras-chave


Fonoaudiologia; Desenvolvimento da linguagem; Educação infantil

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2724.2017v29i2p342-353

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A revista Distúrbios da Comunicação e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em https://revistas.pucsp.br/dic. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.pucsp.br/dic.