Depressão, Declínio Cognitivo e Polimedicação em idosos institucionalizados

Livia Marcondes Faber, Marcos Eduardo Scheicher, Edvaldo Soares

Resumo


A pesquisa, realizada com idosos institucionalizados, objetivou analisar possíveis relações entre depressão, declínio cognitivo e consumo de medicamentos.  Para medida das variáveis foram utilizados os seguintes instrumentos: Escala de Depressão Geriátrica (GDS 30) e Mini-Exame do Estado Mental (MEEM).  Dados referentes à medicação foram analisados a partir de critérios do Anatomical Therapeutic Chemical Code (ATC). Em função da polimedicação, os sujeitos se enquadram nos fatores de risco para ‘problemas relacionados ao uso de medicamentos’ (PRM’s). Foram observadas correlações entre os indicativos de depressão e declínio cognitivo. Não foram observadas correlações entre as demais variáveis analisadas.

 


Palavras-chave


Envelhecimento; Depressão; Disfunção Cognitiva; Institucionalização; Polimedicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2017v20i2p195-210

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.