O avô e a avó na visão dos netos

Autores

  • Rosa Maria da Motta Azambuja Pedagogia. Família na Sociedade Contemporânea (UCSal). Graduação e Pós-Graduação, Faculdade Batista Brasileira (FBB).
  • Elaine Pedreira Rabinovich Psicologia clínica. Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea/UCSal; Grupo de Pesquisa Família, (auto)biografia e poética/UCSal.

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2017v20i2p311-332

Palavras-chave:

Avô e avó, Netos, Teoria Bio-ecológica.

Resumo

Este artigo objetivou descrever a visão dos netos de suas relações com seu avô e sua avó, com base na dimensão pessoa da teoria bio-ecológica, de Bronfenbrenner. O estudo, de abordagem qualitativa, contou com a participação de seis avós e seus netos em idade escolar. Para a coleta de dados, foram utilizados instrumentos da perspectiva educacional (roda de conversa e álbum de imagens). Os principais resultados apontam que há diferença nas relações intergeracionais em função de gênero.

 

Biografia do Autor

Rosa Maria da Motta Azambuja, Pedagogia. Família na Sociedade Contemporânea (UCSal). Graduação e Pós-Graduação, Faculdade Batista Brasileira (FBB).

Pedagoga. Mestre e Doutora em Família na Sociedade Contemporânea (UCSal). Professora de Graduação e Pós-Graduação,  Faculdade Batista Brasileira (FBB).

 

Elaine Pedreira Rabinovich, Psicologia clínica. Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea/UCSal; Grupo de Pesquisa Família, (auto)biografia e poética/UCSal.

Psicóloga clínica. Mestrado e Doutorado pelo IPUSP; Pós-doutorado IPUSP e FFCL-USP/RP. Professora do Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea/UCSal; Coordenadora do Grupo de Pesquisa Família, (auto)biografia e poética/UCSal.

 

Downloads

Edição

Seção

Artigos