Nível de independência, força de preensão manual e deambulação em idosos institucionalizados e idosos participantes de grupos de convivência

Autores

  • Kelser de Souza Kock Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Universidade Federal de Santa Catarina e Cursos de Fisioterapia, Medicina e Matemática, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.
  • André Bisetto Medicina, em andamento, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2017v20i3p113-130

Palavras-chave:

Instituição de Longa Permanência para Idosos, Força muscular, Centros Comunitários para Idosos.

Resumo

Os objetivos deste trabalho foram comparar o nível de independência, força de preensão manual (FPM) e deambulação em residentes de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e Idosos de Grupos de Convivência (IGC), na cidade de Tubarão, SC. Foi realizada uma pesquisa transversal, descritiva e quantitativa. A independência total foi de 68,4% no IGC e de apenas 29,6% nos indivíduos de ILPI. O ILPI apresentou menor FPM e maior tempo de caminhada quando comparado ao IGC.

 

Biografia do Autor

Kelser de Souza Kock, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Universidade Federal de Santa Catarina e Cursos de Fisioterapia, Medicina e Matemática, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

Bacharelado em Fisioterapia, Universidade do Estado de Santa Catarina. Licenciatura em Física, Universidade Federal de Santa Catarina. Especialização em Fisiologia do Exercício, Universidade do Extremo Sul Catarinense. Especialização em Fisioterapia em Terapia Intensiva, pela ASSOBRAFIR (2010). Especialização em Informática em Saúde, UNIFESP. Mestre em Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade do Sul de Santa Catarina. Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Universidade Federal de Santa Catarina. Professor dos cursos de Fisioterapia, Medicina e Matemática, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

 

André Bisetto, Medicina, em andamento, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

Graduação em Medicina, em andamento, Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, Brasil.

 

Downloads

Publicado

2017-09-30

Edição

Seção

Artigos