Análise da dissolução conjugal na população idosa brasileira, 2002-2011

Bárbara Das Neves Linhares, Lucy Gomes Vianna

Resumo


O objetivo do artigo foi analisar a dissolução matrimonial na população idosa brasileira no período de 2002 a 2011, por meio de levantamento de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número de idosos, que recorreu à dissolução conjugal, somado ao de separações e divórcios, aumentou 136,1% neste período, superando a taxa de crescimento da população idosa, ocorrendo em todos os grupos etários de idosos. Assim, medidas governamentais, sociais e políticas devem ser elaboradas e instituídas com brevidade para minimizar esses achados, pois estas dissoluções podem afetar negativamente a qualidade de vida dos idosos, atingindo seu núcleo familiar e a sociedade.

 


Palavras-chave


Idoso; Dissolução conjugal; Tendências 2002-2011 (IBGE) Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18i1p109-128

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.