OFICINAS DE MEMÓRIA AUTOBIOGRÁFICA. CONVERSANDO COM IDOSOS: O REGISTRO DAS MEMÓRIAS VIVAS

Patricia Cabral, Rita Amaral, Vera Brandão

Resumo


As oficinas desenvolvidas no Pateo do Collegio e no Grupo Vida Barueri tiveram como objetivo o resgate e o registro das narrativas em um caderno de memórias produzido pelos idosos. Utilizou-se a memória como método de resgate da história socioafetiva, através da oficina de memória autobiográfica. Foram atendidos 113 idosos no período entre 2003 a 2005. As oficinas propiciaram a participação efetiva da população idosa, resgatando a dignidade e a autoestima dos narradores, promovendo uma melhoria da qualidade de vida.
Palavras-chaves: memória autobiográfica; envelhecimento; trabalho em grupo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2009v12i1p%25p

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.