Inteligência reflexiva e argumentação como ferramentas de construção do bem-estar psicológico

Mónica Lópes, Luciana Machluk

Resumo


O objetivo deste artigo é explicar os efeitos positivos que ocorrem, em participantes adultos mais velhos UPAMI, ao participarem do workshop "Inteligência reflexiva: A arte de argumentar". Este dispositivo é um facilitador para os participantes refletirem sobre seus próprios pensamentos, gerando processos de argumentação e discussões em grupo. Baseamos nossa prática nas teorias da argumentação, nas leis retóricas, nos fundamentos do pensamento crítico, na assertividade na comunicação e no falar em público. Para investigar o impacto que teve a oficina na subjetividade de seus participantes, e em suas relações diárias, foi realizada uma pesquisa final. Ela baseia-se nos resultados da mesma à medida que aprofundou dimensões de bem-estar psicológico. Entre as respostas mais frequentes são: virtudes na coragem, sabedoria, conhecimento e temperança; a partir daí, ter sido praticada a perseverança, a abertura de espírito e a auto-regulação. Os participantes levantaram seus níveis de capacitação, sua capacidade de reflexão e auto-eficácia sobre técnicas argumentativas, acarrentando-lhes o aumento de seu bem-estar psicológico.

Palavras-chave


Reflective Inteligência; Argumentação; Bem-estar psicológico



DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18iEspecial21p31-44

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.