A simbologia da música erudita aplicada a utentes institucionalizados

Maria Helena Fernandes

Resumo


O presente artigo analisa a importância da música erudita aplicada em atividades de animação a utentes institucionalizados com doenças crónicas, degenerativas e distúrbios psiquiátricos. Privilegiou-se o método qualitativo, por meio da observação e do estudo exploratório. Verificou-se que a audição da música erudita pode potenciar aptidão pela música como forma terapêutica e, ainda, proporcionar um elo comunicativo das emoções e substituição de palavras.

 


Palavras-chave


Animação Sociocultural; Utentes institucionalizados; Música Erudita.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2016v19i3p09-28

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.