A Musicoterapia no fortalecimento da comunicação entre os idosos institucionalizados

Ludgleydson Fernandes de Araújo, Leila Maria Sousa Santos, Edna de Brito Amaral, Anna Clara de Araújo Cardoso, Fauston Negreiros

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo investigar a musicoterapia como promotora do fortalecimento da comunicação entre os idosos institucionalizados de uma determinada Instituição de Longa Permanência do estado do Piauí. Utilizou-se a pesquisa-ação, como sendo o método intervencionista o qual permite a todos os envolvidos: o observar, a fim de se reunirem informações e se construir um cenário; o pensar, para explorar, analisar e interpretar os fatos; e, afinal, o agir, implementando e avaliando as ações. Os resultados mostraram que a musicoterapia entre idosos institucionalizados pode contribuir para o fortalecimento da comunicação, propiciando a sua socialização junto a profissionais e funcionários, além de consequentes sinais de recuperação da auto-estima. Assim, esses idosos descobrem, apesar da idade avançada, que habilidades e conhecimentos ainda podem ser adquiridos, como os de compor ou interpretar música, assim como verem estimulado seu exercício de habilidades físicas e mentais.

Palavras-chave: Musicoterapia; Idosos institucionalizados; Comunicação.


Palavras-chave


Musicoterapia; Idosos institucionalizados; Comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2016v19iEspecial22p191-205

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.