Alterações bucais e o grau de dependência de idosos institucionalizados.

Geovane Evangelista Moreira, Bianca Fernanda Espósito Santos, Leandro Araújo Fernandes, Alessandro Aparecido Pereira, Vinicio Felipe Brasil Rocha, Daniela Coelho Lima

Resumo


Este estudo objetiva relatar as alterações bucais e o grau de dependência de idosos institucionalizados. Um estudo observacional, transversal, baseado no levantamento da saúde bucal do Projeto Saúde Bucal Brasil (SB, 2010; Brasil, 2011), e Federação Dentária Internacional (FDI, 2009), sobre a classificação de dependência. O índice de ataque de cárie (CPO-D) dos idosos é elevado, edentulismo total expressivo, 52,9% são independentes, sendo que 80% faz a própria higienização bucal. Embora haja um expressivo número de idosos independentes que realizam a própria higiene bucal, os resultados indicam uma saúde bucal precária dos idosos institucionalizados.


Palavras-chave


Saúde do idoso; Instituição de Longa Permanência; Odontogeriatria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2017v20i4p331-344

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.