Serviço de Apoio Domiciliário como substituição ou complemento do cuidado familiar

Joana Barbosa, José Ignácio Guinaldo, Manuel Antunes da Cunha

Resumo


Este estudo exploratório aborda o papel do Serviço de Apoio Domiciliário no quotidiano dos idosos e suas famílias, em função do contexto urbano e rural, e o percurso de vida dos utentes de dois SAD do norte de Portugal. Recorreu-se a uma metodologia qualitativa, com a aplicação de 11 entrevistas semiestruturadas. O SAD mantém uma função assistencialista/tradicional, tendo um papel de substituição em meio urbano e complementar em meio rural. Este estudo aponta para a necessidade de apostar numa lógica de prevenção, educação e reabilitação, em torno da criação de um plano de cuidados personalizado, baseado num sistema de classificação dos utentes.

 


Palavras-chave


Serviço de Apoio Domiciliário; Contexto urbano e rural; Papel do Serviço de Apoio Domiciliário.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2018v21i3p09-34

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.