Idosas condutoras de veículos: considerações sob a ótica da Psicologia do Trânsito

Lycia Rinco Borges Procópio, Luiz Ricardo Santana de Araújo

Resumo


Neste trabalho objetivou-se levantar e expor os preconceitos e a discriminação sofrida por idosas condutoras de veículos, analisando-os sob a ótica da psicologia do trânsito, neste país em que a feminização da velhice é uma tendência concreta. O preconceito engendrado na sociedade brasileira contra as condutoras de veículos é agravado pelo estereótipo negativo e a desvalorização que os idosos precisam enfrentar. Por isso, a condutora idosa sofre duplamente no trânsito, por ser mulher em uma sociedade machista, e por já se encontrar na velhice.

 


Palavras-chave


Psicologia do Trânsito; Machismo; Envelhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2019v22i2p279-302

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.