A eficácia da Terapia Assistida por Animais no desempenho cognitivo de idosos institucionalizados

Belinda Talarico Franceschini, Maria da Piedade Resende da Costa

Resumo


Atualmente observa-se o aumento da prevalência de alterações cognitivas em idosos e, muitas vezes, sua institucionalização; mas envelhecer não significa apenas perdas; pode ser também aquisições, em que pode ser exemplar o investimento feito por meio da Terapia Assistida por Animais (TAA), que vem se mostrando uma estratégia muito benéfica no sentido de motivar um trabalho relacional entre idoso e animal, com efeitos benéficos a esse idoso. Dessa maneira, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia da TAA no desenvolvimento cognitivo dos idosos, por meio de um estudo experimental com treze residentes em uma Instituição de Longa Permanência de São Carlos, cidade do Estado de São Paulo, Brasil. Os dados coletados no pré- e pós-teste mostram que a TAA pode ser uma estratégia eficaz ao idoso, conforme mostram os resultados obtidos neste estudo.

 


Palavras-chave


Terapia Assistida por Animais; Idosos; Cognição.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2019v22i2p337-355

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.