Perfil sociodemográfico e patológico de idosos que frequentam uma unidade de Pronto Atendimento do Vale do Paraíba (SP)

Claudia Lysia de O. Araujo, Antonio Carlos Silva

Resumo


A população idosa forma uma faixa etária mais sujeita a problemas de saúde; decorre, pois, que se deve esperar um aumento considerável de enfermidades crônicas, todas elas com baixa letalidade, embora com alto grau de incapacitação, fazendo com que as pessoas idosas busquem mais um pronto atendimento. Devido a essa preocupação, a escolha do tema foi feita a partir do conhecimento daquilo que leva os idosos a demandarem um pronto atendimento. Participaram deste estudo 50 idosos de um Pronto Atendimento no mês de abril de 2010, sendo 21 do sexo masculino e 29 do sexo feminino, com faixa etária acima de 60 anos, que permaneceram no Pronto Atendimento por mais de uma hora. A maioria dos pacientes é do sexo feminino, com idade entre 60 e 70 anos, de ensino fundamental incompleto, religião católica, sendo o maior índice de procura a hipertensão arterial entre as mulheres; e diabetes entre os homens; a maior parte dos atendimentos tiveram duração entre uma e três horas, com queixas, no Pronto Atendimento do Vale do Paraíba, de hipertensão arterial, diabetes e lombalgia.

Palavras-chave


Enfermagem; Idoso; Serviços Médicos de Emergência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2012v15i3p225-232

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.